Compartilhar: < Voltar

Segunda-Feira, 11 de Julho de 2016

Farmabase inova mais uma vez e lança uma importante ferramenta para o controle e prevenção da coccidiose das aves


O constante crescimento do setor avícola nacional vem aumentando a densidade da criação de aves e consequentemente, dos desafios entéricos da produção. Dessa forma, o controle e prevenção da saúde intestinal dos animais precisa ser cada vez mais rigoroso.

A Coccidiose é um dos mais importantes fatores de comprometimento da produtividade dos frangos de corte, sendo que, o período em que causa maior agressão à integridade intestinal, coincide com a fase de maior desenvolvimento das aves.

O uso intensivo de determinados anticoccidianos ao longo das últimas décadas tem levado a um aumento na tolerância pelas eimerias e, assim, a um controle insatisfatório da coccidiose.

Lesões nos graus 1 e 2 são comumente observadas a campo e muitas vezes, equivocadamente, passam a ser interpretadas como não tendo importância econômica.

Mesmo baixos níveis de lesão resultam em prejuízos em qualquer idade. O impacto negativo da coccidiose sobre o desempenho produtivo aumenta com a intensidade das lesões e/ou com a idade, sendo muito mais elevado na fase de crescimento, quando o consumo de ração é alto e as aves dispõem de menos tempo para recuperar a perda de peso.

Nesse contexto, a Farmabase apresenta ao mercado O COXIFARM® PLUS, uma associação única e exclusiva entre um anticoccidiano  ionóforo, a Salinomicina a 21,6% e um anticoccidiano químico, o Diclazuril a 0,3%. Essa associação apresenta um efeito sinérgico, o que garante uma ampla proteção no controle da coccidiose.

Dentre as principais características do COXIFARM® PLUS, podemos destacar:

•    Efeito sinérgico: Associação de um anticoccidiano ionóforo mais um químico;
•    Eficácia comprovada contra as principais eimerias (E. acervulina, E. tenella e E. maxima);
•    Excelente miscibilidade: alta capacidade de mistura em ração;
•    Liberação para todos os mercados: ausência de restrição de uso pelos mercados importadores;
•    Produto registrado como aditivo: Não requer IN 65 para uso.

Compartilhar: